Breu quente durante a destilação do alcatrão de carvão

Breu quente durante a destilação do alcatrão de carvão

Em uma das maiores refinarias de alcatrão de carvão do mundo, a matéria-prima é destilada para se obter óleos técnicos e aromáticos, que servem como valiosos materiais básicos para as indústrias de tingimento e farmacêuticas. A maior parte da produção, contudo, correpsonde ao campo do produto, utilizado como ligante de eléctrodos na indústria do alumínio.

Condições adversas de processo e características do meio fazem a medição de vazão do breu uma tarefa difícil. Devido ao alto teor de sólidos do breu, as placas de orifício rapidamente perdem a sua nitidez e, assim, a sua precisão de medição. Além disso, as linhas de impulso de pressão são rapidamente obstruídas pela formação de depósitos. Devido ao estresse térmico,  os medidores de vazão Coriolis ou Vortex falhar prematuramente.

A medição de vazão baseada no procedimento ultrassônico base clamp-on utilizando o patenteado WaveInjector é uma solução superior para  este problema.

Com base na experiência convincente na destilação do alcatrão, sistemas de medição por via úmida em toda a instalação estão sendo substituídos gradualmente por sistemas de medição ultrassônicos não-intrusivos FLUXUS.

As vantagens

  • Nenhum desgaste mecânico devido ao breu abrasivo

  • Medição confiável a altas temperaturas com WaveInjector, não é afetado por choques de temperatura

  • Medição de alta precisão - Excelentes medições dinâmicas

  • Não há risco de perdas do meio, altamente combustível e perigoso para o meio ambiente

  • Instalação e arranque simples do sistema de medição não-intrusivo, sem necessidade de efetuar trabalhos na tubulação nem interromper o processo

  • Transdutores e Transmissores certificados para uso em áreas perigosas

dispositifs connexes