Medição de Vazão de Ácido Sulfúrico

Medição de Vazão de Ácido Sulfúrico

O dióxido de titânio, uma substância química básica amplamente utilizada para tintas, cosméticos, plásticos e outros, pode ser processado a partir de processamento de cloro ou sulfato. Aplicando o processo de sulfato cerca de 24% de ácido sulfúrico concentrado é formado durante o processo de produção.

Em muitos casos, o ácido diluído é inteiramente reprocessado ​​em fábricas de reciclagem em separado e, em seguida, enviado de volta para o processo de produção. A reciclagem é realizada por concentração do ácido diluído, até um certo limite e, em seguida, alimentando-a em vários evaporadores de vácuo dispostos um após o outro, para depois atingir os níveis de concentração acima de 60%.

A inspeção sistemática e a manutenção das instalações de reciclagem tem de ocorrer em intervalos regulares, por razões de segurança. Quando a instalação é então colocado novamente em serviço, as bombas, que transmitem o fluxo de ácido diluído para os evaporadores, estão particularmente sujeitas a pressões enormes por parte do rápido aumento da temperatura. A fim de realizar o processo o mais cuidadosamente possível e com o menor grau de desgaste das bombas, os engenheiros responsáveis ​​procuravam uma solução adequada para a medição de vazão de ácido para os evaporadores.

Tendo em conta os requisitos e as dimensões de tubos muito grandes,a medição de vazão com o medidor de vazão clamp-on FLUXUS revelou-se a solução ideal e praticamente sem paralelo para a desafiadora  tarefa de medição. Uma vez que os transdutores ultrassônicos clamp-on são simplesmente montados no lado exterior do tubo de plástico GFK, não estão sujeitos a qualquer desgaste por meio agressivo, bem como de partículas sólidas contidas no mesmo.

Pela readaptação com o medidor de vazão FLUXUS, que foi instalado durante a operação, a reinicialização da instalação pode ser otimizada de forma eficaz, não só no que diz respeito ao menor desgaste das bombas, mas também no que se refere a uma redução do grau de partículas sólidas que endurecem nos trocadores de calor , que mostram um efeito negativo no rendimento energético global da instalação.

Vantagens

  • Medição de vazão não-intrusiva e de confiança - nenhum contato com o meio
  • Nenhuma corrosão ou desgaste causados pelas partículas sólidas transportadas no fluxo
  • Não há risco de perdas
  • Readaptação custo-eficaz conveniente sem qualquer impacto no sistema de tubos e sem qualquer interrupção do funcionamento
  • Sistema de medição robusto para uso permanente em ambientes industriais agressivos

dispositifs connexes