Medição de Vazão de Gás Inerte

Medição de Vazão de Gás Inerte

O azoto é necessário em muitos processos de produção na indústria química e farmacêutica, e é usado principalmente como gás de proteção para evitar a formação de atmosferas explosivas, tais como durante o manuseamento de produtos pulverulentos ou solventes.

Em uma fábrica farmacêutica no sudoeste da Alemanha, o azoto é fornecido de forma centralizada como o ar comprimido. Dois reservatórios cheios com azoto líquido asseguram um fornecimento contínuo e o gás expandido para um sistema de tubagem, a partir do qual os consumidores utilizam quantidades necessárias de gás. Enquanto que as quantidades que são alimentadas são gravadas utilizando medidores de vazão tipo engrenagem, não existiam medições de consumo até agora.

Portanto, quando a nova unidade de produção foi construída, os operadores queriam ter a capacidade de gravar os fluxos de consumo para determinar a demanda real, para avaliar o potencial de poupança e para a obtenção de dados empíricos como base para os planos de expansão futura.

Como as aplicações farmacêuticas requerem limpeza máxima, o azoto que alimenta o sistema de anel possui o maior nível de qualidade – 5.0, correspondente a um grau de pureza de 99.999%. Portanto, qualquer possibilidade de contaminação deve a todo custo ser evitada. Se o tubo tiver de ser aberto para qualquer intervenção, isto significa um desligamento prolongado da produção em todos os sistemas conectados.

Os técnicos responsáveis foram, portanto, procurando especificamente um método de medição não-intrusivo clamp-on para a realização de medições de consumo. A medição de vazão ultrassônica clamp-on com o medidor de vazão de gás FLUXUS G provou ser a solução ideal. Uma vez que os transdutores clamp-on são simplesmente montados no lado exterior do tubo, não há absolutamente qualquer risco de contaminação e as modificações feitas no ponto de medição não têm qualquer efeito no processo de produção. Agora, os consumidores individuais, que são fornecidos através de seis linhas no edifício, podem ser medidos usando sucessivamente a tecnologia clamp-on.

Outro efeito positivo das medidções de vazão é a simples determinação de possíveis perdas: o azoto é um gás inodoro. É por isso que perdas menores na rede geralmente passam despercebidas. Se a taxa de fluxo agora é medida em uma linha reta enquanto que não houver qualquer azoto a ser consumido e o sistema estiver no modo de funcionamento, a perda pode ser detetada definitivamente

Vantagens

  • Medição de vazão de gás confiável e não-intrusiva, para um registro preciso de grupos de consumidores individuais
  • Não são necessárias paradas para a instalação ou posterior remodelação do sistema
  • Registro simples e gradual de todos os consumidores, com um único sistema de medição clamp-on
  • Identificação de possíveis perdas

dispositifs connexes