Usinas termoelétricas

Medição de vazão não invasiva na entrada de água de caldeiras

As instalações termoelétricas pertencem ao tipo mais comum de usinas elétricas do mundo. Ao queimar carvão, a água de entrada é aquecida até virar vapor, para posteriormente ser usada para gerar energia. Medir a vazão da água de entrada na caldeira é de crucial importância para otimização contínua de processos, e também para evitar a falha precoce das tubulação. Uma usina termoelétrica Norte-americana com mais de 200MW de capacidade entrou em contato com a FLEXIM, por possuir problemas contínuos com falhas nas tubulações de água de entrada para caldeiras – um problema que só parecia estar presente em situações de carga total. Juntos, o operador da usina e a FLEXIM decidiram estabelecer uma quantidade de pontos de medição de vazão em canos de aço carbono de 14", com vazões verticais em 320 °C / 600 °F e 170 bar / 2450 psi, utilizando os acessórios de montagem WaveInjector da FLEXIM, que permitem a leitura da vazão em tais temperaturas extremas.

Os pontos de leitura foram localizados na descarga de três bombas de circulação de água. O teste inicial mostrou altos níveis de aeração durante a operação normal, e ao usar o diagnóstico do medidor de vazão com fixação por pressão FLUXUS, foi determinado que o vapor do tambor de vapor estava sendo arrastado para a água de entrada da caldeira – uma das causas de falha precoce dos canos.

Portanto, decidiu-se aumentar o nível de água do tambor e, consequentemente, as paradas forçadas devido a falhas nas tubulações foram reduzidas. Além disso, o arrastamento de vapor estava causando uma baixa transferência de calor para a caldeira. Com os níveis de arrastamento de vapor reduzidos, a usina pode agora operar nas melhores condições, enquanto monitora com precisão a vazão de entrada de água na caldeira, e garante fluxos igualmente distribuídos.

Vantagens:

  • Medição de água de entrada extremamente quente (até 400 °C / 750 °F e além) e com alta pressão, com a solução WaveInjector da FLEXIM
  • Nenhum corte ou solda no cano, nenhuma perda de pressão - completamente não intrusivo
  • Livre de desgastes, não afetado por sólidos ou bolhas gasosas arrastadas
  • Altamente preciso e confiável, devido a transdutores cuidadosamente combinados e acoplados, e também a um elaborado processamento de sinal
  • Ferramentas de diagnóstico sofisticadas para futuras otimizações de processo
  • Nenhuma perda de pressão dentro da tubulação